Registo Newsletter:
Siga-nos em:  
O Diletante e a Quimera
O Diletante e a Quimera RIBEIRO, PEDRO MEDINA
Sandro Bellocchio é um pintor genial, que vive na Toscana, no início do séc. XVII. Senhor de grande talento, prefere, mais do que pintar, entregar-se a outros prazeres: amar, beber e jogar.   Certa noite, num jogo de cartas ganha um estranho objecto - um pendente de bronze, em forma de pata de cão - que mudará para sempre a sua vida. Arthur MacAlistair, é um conceituado académico de Nova Iorque do século XXI que dedica as energias a tentar compreender a natureza da Arte. Pinga-amor inveterado, deliciosamente snob, opinioso e divertido, atravessa momentos difíceis de dúvidas existenciais e profissionais após o fracasso de uma relação amorosa.   Decide aproveitar uma licença sabática para viajar até Itália, num redentor  «regresso às origens», mas o que se pretendia uma viagem tranquila assume proporções dramáticas. Haverá alguma relação entre estes insucessos e o estranho objecto de bronze que encontrou na praia...?
partilhar